Benefícios flexíveis: O que são, seus impactos e como oferecer

  • por

Quem não ama vantagens? Contar com benefícios flexíveis valoriza o colaborador e torna a atração, a retenção e o engajamento ainda mais espontâneos. 

Atualmente, os benefícios corporativos flexíveis já são uma realidade, garantindo ao colaborador um leque de vantagens. Esse complemento à remuneração é uma prática muito adotada pelo RH e, visando encantar o cliente interno, a Wiipo|Convenix se uniram para trazer um pacote de benefícios flexíveis, além da visão das marcas empregadoras. Mas qual é o segredo para conquistar essa façanha? A seguir daremos algumas pistas:

Confira o bate-papo completo entre Fernanda Ferraz, Head da Wiipo, e Luis Quental, CEO da Convenix e aprofunde-se no tema – Clique aqui para assistir.

O poder de escolha dos benefícios

Se, em algum momento da história, a imposição do empregador em relação à escolha dos benefícios tradicionais era vista com normalidade pelos colaboradores e sequer havia relutância, os tempos mudaram. Todos querem mais, e um novo conceito vem ganhando força. 

Acompanhando essa tendência, a inclusão do colaborador nas decisões que influenciam em sua rotina de trabalho e fora do mundo corporativo só tem aumentado. E dar ouvidos ao colaborador faz todo o sentido. “A competição não é mais local, ela é global. Isso mudou completamente a dinâmica”, diz Fernanda Ferraz sobre a importância de reter talentos. “De acordo com pesquisas, 76% das pessoas tomam decisões para trocas de empregos baseadas em benefícios, clima etc em vez de levar somente o salário em consideração”, complementa. 

Enquanto a tecnologia torna-se indispensável, as relações humanas prezam cada vez mais qualidade. Unindo o melhor dos dois mundos, criou-se a fusão Wiipo|Convenix. Vamos explicar como ela funciona, para que você possa compreender a real importância de abordar o tema e difundi-lo. 

Dar ao colaborador o poder de decisão faz toda a diferença no processo de implementação e adesão em um clube de benefícios flexíveis. O RH trabalha com três direcionamentos: 

  1. Disponibilizar um valor para o colaborador escolher onde quer usar ou disponibilizar o serviço;
  2. Subsidiar no momento de necessidade;
  3. Liberar o valor para o colaborador debitar em folha.

Não existe a resposta ideal ou uma receita para definir qual a melhor opção, mas essa autonomia rende vantagens à empresa e ao colaborador. 

O mercado de benefícios está aquecido, porque traz como destaques a capacidade de personalização e customização, conforme relata Luis Quental. “Assim conseguimos garantir um número maior de colaboradores felizes”, diz. 

De olho na legislação

O parceiro a ser escolhido para oferecer os benefícios flexíveis deve estar atento à legislação. O benefício deve ser disponibilizado como crédito e pode ser usado como direito adquirido. A liberdade em gastar onde preferir é assegurada ao colaborador. 

O melhor momento para implementar? Agora, é claro. De acordo com especialistas, também pode ser aplicado quando houver a identificação de uma sobrecarga de trabalho ou aumento de custo. 

Para efetuar a escolha da melhor plataforma e não errar na seleção do parceiro, é necessário considerar uma solução que seja automatizada e integrada com o sistema de folha de pagamento e que alivie ou resolva a sobrecarga do trabalho, afinal, se vai aliviar para o colaborador, de nada adianta gerar dor de cabeça ao RH. A gestão dos benefícios flexíveis deve ser tão tranquila quanto desfrutar das vantagens. 

Para finalizar, é importante ressaltar que a integração Wiipo|Convenix é nativa com o sistema Senior, mas é adaptável a outros sistemas. Se sua empresa já possui maturidade para oferecer algo mais aos colaboradores, conte com a Wiipo|Convenix.