O que é CNAB e qual sua importância na gestão de boletos?

  • por

Se você é analista financeiro ou trabalha nesse departamento, sem dúvidas já se deparou com arquivos CNAB na sua rotina. No post de hoje, vamos explicar o que é CNAB e qual o seu papel na gestão de recebíveis. Acompanhe e boa leitura!

O que é?

Criado pela Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN), CNAB significa “Centro Nacional de Automação Bancária” e é uma ferramenta utilizada, tanto para agilizar remessa, quanto para receber o retorno de informações entre os clientes e bancos: Tudo de forma online e automatizada. 

Essa automatização é possível pelos seguintes motivos:

  • O CNAB consegue realizar o envio por meio de layouts padronizados e definidos pela FEBRAN, com dados e colunas específicas para cada banco (CNAB 240 e 400), alimentando o banco de dados das empresas através do ERP
  • A emissão dos boletos costuma ser realizada através do website do banco ou a própria empresa pode emitir. Depois de o seu cliente efetuar o pagamento, o analista financeiro deve checar diariamente a compensação e se existem arquivos de retorno, que serão usados para dar baixa nos boletos pagos. 

Quais as diferenças entre CNAB 400 E 240?

CNAB 400

No CNAB 400 há um limite de 400 posições para cada registro, sendo esse um volume menor de informações do que o 240, o que torna o fluxo de informações mais simples e rápido. 

Com esse layout é possível realizar cobranças simples e garantidas, além de permitir a postagem de títulos pelos Correios e Serviços de protesto. Entretanto, uma desvantagem é que não é possível o serviço de banco correspondente (lotérica e outros de instituições autorizadas pelo Banco Central). 

CNAB 240

Sua configuração, com 4 segmentos de 240 posições, permite apresentar um número maior de informações. No CNAB 240 é possível adicionar mais títulos dentro do mesmo arquivo. 

Esse layout possui tudo que o anterior realiza, além do serviço de custódia e protesto de cheques; utilização de serviço de banco correspondente; serviço de agendamento para pagamento de títulos e pagamentos de contas.

Qual o ponto positivo?

Devido à sua integração entre o ERP e as instituições bancárias, o banco de dados da sua empresa é atualizado diariamente, automatizando parte do trabalho operacional do departamento financeiro. 

Um “porém”…

CNAB é um modelo de emissão de boletos que automatiza parte do processo. Entretanto, é preciso que o analista verifique diariamente a compensação dos títulos e se existem arquivos de retorno para dar baixa nos boletos pagos, o que gera um tempo gasto pelo financeiro que poderia ser dedicado a outras atividades. 

Uma forma de resolver esse problema é por meio de uma solução para Gestão de Recebíveis que automatize todo o processo: da emissão à conciliação bancária.

Se você é cliente Senior, clique no link e conheça a Gestão de Recebíveis Wiipo. Com ela, você elimina os “poréns” dos arquivos CNAB e diz adeus aos arquivos de remessa e retorno!