07 dicas para organizar o setor financeiro da sua empresa

  • por

Para manter um negócio saudável e em constante ascensão, é fundamental possuir um setor financeiro organizado. Só assim é possível ter um panorama realista sobre o cenário econômico da empresa.

Organizar as finanças não é uma tarefa fácil; isso exige muita disciplina e foco. No entanto, os benefícios são inúmeros, como: fluxo de caixa saudável, contas em dia, dinheiro para realizar investimentos e, claro, a garantia de um empreendimento duradouro.

Para ajudá-lo nessa missão e assegurar que você comece 2021 com tudo, separamos 07 dicas para você organizar o setor financeiro da sua empresa

Como organizar o setor financeiro da sua empresa

01. Tenha disciplina

Uma característica inata de qualquer empreendedor é a disciplina. No setor financeiro da empresa não poderia ser diferente. Portanto, é fundamental separar um espaço na sua agenda para acompanhar o desempenho de suas finanças.

Tanto empresas de grande porte, quanto empreendimentos menores devem realizar o monitoramento de alguns indicadores, como o fluxo de caixa, lucro nominal, margem de lucro, faturamento e endividamento. Essas são apenas algumas métricas que precisam ser levadas em conta. Caso você não tenha conhecimento de nenhuma, dedique um tempo para estudá-las; elas são essenciais para sua organização financeira.

02. Separe as contas pessoais das empresariais

Um dos erros mais comuns cometidos pelos empreendedores, principalmente aqueles que estão iniciando seus negócios, é misturar as contas pessoais com as empresariais, fazendo com que não tenham um controle real da situação financeira do empreendimento.

Uma dica seria desenvolver uma rotina de pagamento do seu próprio salário e de seus colaboradores, evitando ao máximo realizar transferências para o patrimônio pessoal fora dessas datas. Caso você tenha sócios, estabeleça datas mensais específicas para a realização das retiradas e reafirme que não será permitida a transferência do capital empresarial para patrimônio pessoal.

03. Defina um orçamento anual

Todo empreendedor que deseja crescer tem como objetivo realizar novos investimentos, como a expansão do setor e a contratação de novas pessoas ou ferramentas. Porém, para que isso não impacte negativamente o setor financeiro, é necessário definir previamente quais serão os valores destinados a essas ações, respeitando o limite atual da empresa.

Infelizmente, muitos empreendedores se empolgam com o aumento do faturamento e promovem mudanças sem analisar as variáveis, como sazonalidades e oscilações do mercado, o que pode prejudicar a saúde financeira do empreendimento. Portanto, definir o foco do investimento e seguir um orçamento já definido é a melhor forma de gerenciar seus recursos financeiros de forma sustentável.

04. Acompanhe as movimentações financeiras

Para ter um setor financeiro organizado é imprescindível acompanhar as movimentações financeiras da empresa. Avalie todos os custos, tanto fixos quanto variáveis, e analise se eles realmente são necessários, se haveria como reduzi-los ou, até mesmo, se faz sentido mantê-los.

Caso você trabalhe com estoques, é necessário realizar um controle rígido. Acumular muitos produtos faz com que você gaste uma verba alta, em pouco  tempo. Porém, se você não calcula a saída dos produtos e não tem o abastecimento necessário, pode não ter quantidade suficiente para o número de vendas.

Portanto, é fundamental que controle tanto a saída quanto a entrada de cada item do seu estoque, levando em consideração todos os custos envolvidos.

05. Tenha uma equipe capacitada

Para um negócio dar certo é fundamental que você tenha conhecimentos básicos sobre finanças e, principalmente, conte com uma equipe treinada e capacitada dentro do setor financeiro da sua empresa.

Bons profissionais poderão ajudá-lo em questões tributárias, fiscais e no cumprimento de prazos, por exemplo. Assim, evitam-se dores de cabeça com lançamento errados, cobranças indevidas, multas e juros.

06. Crie um centro de custos

O setor financeiro é responsável por registrar todas as entradas e saídas de dinheiro, controlando todas as contas a pagar ou a receber. Caso você venda a prazo, o controle deve ser ainda maior. Portanto, recomendamos um acompanhamento diário, assim é mais difícil perder o controle sobre as vendas e atrasar o pagamento de contas.

Para auxiliá-lo nessa questão, é possível criar um centro de custos. Avalie quais são os departamentos da sua empresa, como a administração, o comercial, o marketing e vendas, e anote as despesas de cada setor. Dessa forma, você conseguirá visualizar os gastos de cada área e analisar como devem ser reduzidos ou se necessitam de mais investimento.

07. Use a tecnologia ao seu favor

Inicialmente, é possível realizar o controle financeiro de forma manual ou utilizando as tradicionais planilhas do Excel. Porém, à medida que o empreendimento cresce, fica mais difícil executar essa tarefa manualmente.

Se for o seu caso, recomendamos procurar por um software de gestão financeira. Atualmente, existe uma gama enorme no mercado; temos certeza de que algum deles  atenderá suas necessidades e se enquadrará em seu orçamento. Ao utilizar recursos tecnológicos, você otimiza a rotina operacional da sua equipe e diminui as chances de erros.

Após a leitura, esperamos que você tenha todas as informações necessárias para organizar o setor financeiro da sua empresa e comece 2021 com tudo! Qualquer dúvida, estamos aqui. 💜